Carabina de Pressão Usada: Cuidados ao Comprar

dicas para comprar uma carabina de pressão usada

Tá pensando em comprar uma carabina de pressão usada? Então se liga no post de hoje, pois vou de passar várias dicas para você se prevenir de problemas ao escolher um equipamento usado.

carabina de pressão madeira usada

Comprando uma Carabina Usada

Optar por uma carabina de pressão usada pode ser uma opção para quem está com a grana curta, e quer economizar um pouco.

No entanto, é preciso alguns cuidados para que você evite problemas e dores de cabeças futuras. Afinal, se a pessoa está vendenndo o equipamento, existe um motivo para isso.

Sendo assim, vou te passar algumas dicas para que você se previna caso opte por adquirir uma carabina de pressão usada.

Nota Fiscal

nota fiscal carabina de pressão

A princípio, deve-se verificar a NF. Ela é uma exigência legal e deve sempre acompanhar a sua carabina de pressão. Nela deve constar o nome do vendedor, e o número de série da mesma.

Caso a espingarda não estiver no nome de quem está tentando te vender, ela pode ser de origem duvidosa, como por exemplo, um furto.

O número de série é igualmente importante, uma vez que sem ele, sua NF não terá validade alguma.

Imagine a seguinte situação: “Você é parado em uma blitz, e mesmo portanto a NF no nome do vendedor e o termo de transferência, o policial não foi muito com a sua cara e apreende a carabina para uma averiguação. Lá, ele descobre que consta um B.O. com queixa de roubo contra essa arma (através do número de série). Nesse caso, você poderá responder pelo crime de receptação, ou até mesmo por roubo.

Transferindo uma Carabina de Pressão Usada

carabina de pressão em madeira usada comprar

É impossível transferir uma Nota Fiscal. O que deve ser feito nesse caso, é um “comprovante de compra e venda”, esse, que pode ser feito no cartório e reconhecido firma para validar.

Esse processo é muito semelhante a quando você compra um carro. Antes de transferir de fato, você pode fazer um comunicado de compra, sendo assim, a partir do momento que o comunicado for emitido, qualquer multa que aquele carro receber, será de sua responsabilidade, ou seja, você responde pelo carro.

Com a carabina de pressão usada é a mesma coisa, a única diferença é que esse “termo de transferência” ficará válido por todo o tempo que você permanecer com o equipamento.

É um processo bem tranquilo, no entanto, se você for de fato comprar uma espingarda de pressão usada, fazer isso é essencial.

Procedência

procedência de uma espingarda de pressão

Evite comprar de quem você não conhece. A maioria dos problemas com equipamentos usados podem ser evitados simplesmente por você conhecer o vendedor.

No entanto, caso opte em comprar de um desconhecido, recomendamos que você entre em contato com a loja da qual o vendedor comprou a carabina. Assim, você evita o risco de comprar uma arma importada ilegalmente ou roubada.

Possíveis problemas com sua Carabina de Pressão Usada

espingarda de pressão madeira em cima de um pallet mostrando a mola helicoidal do lado de fora

Após verificar esses quesitos, ainda sim existe algo extra que você pode fazer para evitar problemas no futuro. Caso for comprar pessoalmente (ou até mesmo pela internet), dê uma boa analisada na carabina de pressão, peça fotos com detalhes, pois uma carabina com muito tempo de uso pode vir a apresentar os seguintes problemas:

– Cano Empenado (Entortado)

Com o tempo de uso, o cano da carabina de pressão é muito movimentado, e em um simples movimento em falso, esse cano pode escapar, e simplesmente voltar com tudo, fazendo assim com que ele entorte e comprometa a sua precisão.

Canos empenados dificilmente são identificados a olho nu, então é preciso tomar muito cuidado.

– Oxidação Interna do Cano

A falta de utilização e de lubrificação irão causar oxidação (ferrugem) em seu equipamento. E infelizmente, na maioria das vezes, essa oxidação só é identificada pela parte externa quando o interior do cano já está totalmente comprometido.

– Desgaste da Mola

Esse problema é auto-explicativo. Quanto maior o tempo de utilização, mais a mola irá perdendo eficiência. Apenas tome cuidado para não adquirir uma carabina já com uma mola muito desgastada, pois se não será questão de pouco tempo até você ter que substituí-la.

– Desgaste da Culatra

A falta de cuidado ao colocar o chumbinho, com o tempo desgasta a culatra do cano (onde é inserido o chumbo). Isso faz com que o ar não chegue de forma uniforme na saia do chumbinho, o que diminui a eficiência do disparo.

– Desgaste dos anéis e outros componentes de vedação

A vedação do ar da carabina é essencial para seu bom funcionamento. Essa vedação, é feita em maioria, por borrachas. Sendo assim, com o tempo e o uso essas borrachas vão se desgastando e terão que ser substituídas para que não comprometam o bom funcionamento de sua arma.

– Folgas

O tempo e a falta de cuidado são os maiores inimigos das carabinas de pressão. E com o tempo, algumas folgas e “jogos” começam a aparecer. Reduzindo assim a eficiência e até a segurança de sua arma.

Tome Cuidado ao comprar uma Carabina de Pressão Usada!

Agora, a única pessoa que pode dizer o que é melhor para você, é você mesmo. Se for optar realmente por adquirir uma carabina de pressão usada, siga as nossas recomendações, e sempre fique a atento para qualquer atividade suspeita. Não queremos e a busca de um momento de lazer, acabe se transformando em uma dor de cabeça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *