Red Dot, Luneta, ou Mira Aberta? Qual a melhor?

qual a melhor mira

Se você esta adquirindo seu equipamento de tiro, ou já tem um, com certeza já se perguntou qual o melhor acessório para fazer suas miras: Luneta, Red-Dot, ou deixar com a Mira Aberta?

Cada um destes acessórios tem funções específicas, e apresentam vantagens e desvantagens. Dependendo do equipamento utilizado e finalidade do disparo um será mais indicado que outro.

Então, no artigo de hoje vamos entender as principais diferenças entre eles.

Mira Aberta:

Nos referimos à mira aberta sempre que não se faz uso de nenhum equipamento óptico.

As miras abertas normalmente são formadas pela alça e massa de mira.

Neste sistema, o atirador deve fazer a visada de forma tal a alinhar o alvo com a massa, e esta com a alça.

É super acessível, uma vez que, normalmente, já acompanha o equipamento de tiro.

Seu uso é bastante intuitivo, e, pode ser utilizado com eficiência por atiradores novatos e experientes.

Existem inúmeros formatos, tipos, e sistemas de alça e massa de mira. Uns extremamente eficientes, outros nem tanto. A qualidade de uma carabina muitas vezes esta ligada à qualidade da mira que ela possui.

Independente da eficiência, este tipo de mira é mais indicado para curtas distâncias (até 20 metros).

Mira Holográfica (Red Dot):

As miras holográficas, também conhecidas como Red-Dots, ou Green-Dots, são ótimas para quem precisa fazer visadas rápidas, com um tiro mais intuitivo.

Normalmente tem uma objetiva grande, que gera um ponto luminoso em sua lente. Este ponto luminoso pode ser verde ou vermelho. Daí o nome de green ou red-dot.

Elas não produzem aumento (ou aproximação) do alvo.

Elas proporcionam uma visada muito rápida, já que não precisam de nenhum tipo de alinhamento(como visto anteriormente nas miras abertas), basta posicionar o ponto vermelho(ou verde) sobre o alvo, e efetuar o disparo. Por isso é muito indicada para tiros curtos e rápidos.

Indicada para tiros mais intuitivos, de média e curta distância, com alvos ou atirador em movimento.

Não é recomendada para tiros de precisão extrema(como competição por exemplo), à longa distância, já que não tem aproximação, e, o ponto vermelho cobre relativamente o alvo, tornando a visada mais referencial. Quanto mais distante o alvo, mais evidente fica essa deficiência.

A mira Red Dot pode ser usada com todo tipo de equipamento de tiro: carabinas, rifles, pistola, airsoft, besta, etc.

Lunetas:

As lunetas são equipamentos ópticos que tem por objetivo “aproximar” o alvo do atirador.

Existem uma infinidade de modelos no mercado, com maior ou menor aproximação, com mais ou menos recursos, vários tipos de retículos. Enfim, existem Lunetas para todos os “bolsos e gostos”.

Elas “aumentam” o alvo, o que permite visualizar e atingir alvos com mais eficácia à maiores distâncias.

São o sonho de todo atirador, pois dão a impressão de garantir maior precisão e alcance nos disparos.

Muitos acreditam que atirar com luneta é mais fácil. Mas isso não é verdade.

A eficácia de uma luneta está diretamente ligada à qualidade da mesma, da arma, e principalmente à habilidade e conhecimento técnico do atirador.

Este precisa saber como fazer a instalação adequada, como regular a mesma,  reconhecer todas as variáveis pertinentes ao disparo, conhecer a balística de sua carabina e do projétil selecionado.

Enfim, um tiro de luneta é MUITO mais técnico do que com mira aberta, e red-dot.

Recomendamos este tipo de equipamento para quem já tem uma certa experiência com tiro, e tem um conhecimento mais aprofundado em balística.

São indicadas para tiros fixos, com a arma perfeitamente alinhada e parada, e, de preferência, em alvos imóveis, à media e longa distância. Para tiros de curta distância este equipamento não é indicado.

Espero que tenham gostado, e nos vemos no próximo artigo.

Um forte abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *